Equoterapia sobre o desempenho funcional em crianças com paralisia cerebral: uma revisão sistemática

Márcia Bianca Ferreira Silva, Thialy Miranda Silva Santos, Valdemy Novaes Costa Júnior, Roberto Moreno de Barros, André Luiz Lisboa Cordeiro

Resumo


Introdução: A paralisia cerebral (PC) é uma condição permanente causada por uma lesão encefálica estática, multifatorial e não progressiva dos movimentos e postura. A equoterapia aparece como método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo para melhoria do desenvolvimento de pessoas portadoras de necessidades especiais. Objetivos: Revisar sistematicamente os efeitos da equoterapia sobre o desempenho funcional em crianças com paralisia cerebral. Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática revisada por dois revisores independentes, conforme recomendações PRISMA, nas bases de dados PubMed e Biblioteca Cochrane. Incluídos estudos originais que utilizaram a equoterapia em pacientes com paralisia cerebral publicados em português e na língua inglesa. A Escala PEDro foi utilizada para analisar a qualidade metodológica dos estudos e a Cochrane Collaboration para análise de risco de viés. Resultados: Foram incluídos cinco artigos, publicados entre os anos 2012 e 2019. Todos estudos evidenciaram resultados satisfatórios em pacientes com paralisia cerebral após o tratamento com a equoterapia, melhorando a marcha, o equilíbrio, o tônus, a simetria e a qualidade de vida independente se ela foi associada a outro método. Conclusão: A equoterapia é uma modalidade terapêutica eficaz no tratamento das crianças com paralisia cerebral, melhorando os déficits motores e neurológicos, além da espasticidade muscular.

Palavra-chave: equoterapia assistida, paralisia cerebral, equilíbrio postural, tônus muscular.


Texto completo:

HTML PDF PDF tabela

Referências


Leite JMRS, Prado GF. Paralisia cerebral: aspectos fisioterapêuticos e clínicos. São Paulo: Escola Paulista de Medicina 2004;12(01):41-5. Revista Neurociências 2004;12(1):41-5. https://doi.org/10.4181/RNC.2004.12.41

Zanini G, Cemin FN, Peralles NS. Paralisia cerebral: causas e prevalência. Fisioter Mov 2009;22(3):375-381.

Orsolin LTP, Pitzer VEM, Lopes OS, Oliveira MS. Equoterapia: a influência da variação do peso na frequência do passo do cavalo. São Paulo: Anhanguera Educacional; 2012;16(3):39-48.

Cherng R, Liao H, Leung HWC, Hwang A. The effectiveness of therapeutic horseback riding in children with spastic cerebral palsy. Taiwan: adapted physical activity quarterly 2004;21(2):103-21. https://doi.org/10.1123/apaq.21.2.103

Vidal AP, Cascaes FS, Silva R, Araújo JTS, Barbosa PJGF. A equoterapia na reabilitação de indivíduos com paralisia cerebral: uma revisão sistemática de ensaios clínicos. Cad Bras Ter Ocup 2018;26(1):207-18. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR1067

Espindula AP, Fernandes M, Ferreira AA, Ferraz MLF, Cavellani CL, Ferraz PF et al. Flexibilidade muscular em indivíduos com deficiência intelectual submetidos à equoterapia: estudo de casos. Ciência em Extensão 2012;8(2):125-33.

Gregório A, Krueger E. Influência da equoterapia no controle cervical e de tronco em uma criança com paralisia cerebral. Revista Uniandrade 2013;14(1):65-75.

Sanches SMN. Equoterapia na reabilitação da meningoencefalocele: estudo de caso. Fisioter Pesqui 2010;17(4):358-61. https://doi.org/10.1590/S1809-29502010000400014

Silkwood-Sherer DJ, Killian CB, Long TM, Martin KS. Hippotherapy - an intervention to habilitate balance deficits in children with movement disorders: a clinical trial. Phys Ther 2012;92(5):707-17. https://doi.org/10.2522/ptj.20110081

Kwon JY, Chang HJ, Yi SH, Lee JY, Shin HY, Kim YH. Effect of hippotherapy on gross motor function in children with cerebral palsy: a randomized controlled trial. J Altern Complement Med 2015;21(1):15-21. https://doi.org/ 10.1089/acm.2014.0021

Hsieh YL, Yang CC, Sun SH, Chan SY, Wang TH, Luo HJ. Effects of hippotherapy on body functions, activities and participation in children with cerebral palsy based on ICF-CY assessments. Disabil Rehabil 2017;39(17):1703-13. https://doi.org/10.1080/09638288.2016.1207108

Žalienė L, Mockevičienė D, Kreivinienė B, Razbadauskas A, Kleiva Ž, Kirkutis A. Short-term and long-term effects of riding for children with cerebral palsy gross motor functions. Biomed Res Int 2018; 2018(11):1-6.

Lucena-Antón D, Rosety-Rodríguez I, Moral-Munoz JA. Effects of a hippotherapy intervention on muscle spasticity in children with cerebral palsy: A randomized controlled trial. Complement Ther Clin Pract 2018;31:188-192. https://doi.org/10.1016/j.ctcp.2018.02.013




DOI: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v21i3.3897

Apontamentos

  • Não há apontamentos.