Carboxiterapia associada à drenagem linfática manual na adiposidade abdominal

Mayra Geórgia Batista Saraiva, Juliana Barros Ferreira

Resumo


Introdução: A lipodistrofia localizada em flancos está entre os problemas estéticos mais procurados para tratamento. Dentre os procedimentos utilizados para tratar esta condição, destaca-se a utilização da carboxiterapia e a drenagem linfática. Objetivo: Avaliar a associação da carboxiterapia com a drenagem linfática manual na gordura abdominal, em mulheres não sedentárias. Métodos: Foi realizado um estudo do tipo exploratório, analítico, com abordagem quantitativa. A amostra caracterizou-se como não probabilística por conveniência, e foi aplicada tanto no gênero feminino, quanto masculino. A pesquisa foi realizada em um laboratório de saúde, de uma faculdade privada, localizada em Vitória da Conquista/BA. Os instrumentos utilizados foram um questionário com dados sociodemográficos, uma ficha de anamnese, uma escala likert de satisfação, além dos registros fotográficos. Foram realizadas 8 sessões de carboxiterapia associada à drenagem linfática manual, realizadas 2 vezes na semana, com duração de 50 minutos. Resultados: A análise do comprimento da circunferência abdominal mostrou que o procedimento realizado promove redução em sua média, no qual se observou um resultado satisfatório da redução de medidas através da perimetria. Conclusão: O tratamento com a carboxiterapia associado à drenagem linfática manual apresentou resultados significativos e favoráveis, quanto a redução de medidas e na satisfação.

Palavras-chave: adiposidade abdominal, drenagem linfática manual, carboxiterapia.


Texto completo:

HTML PDF

Referências


Guirro EC, Guirro R. Fisioterapia dermato-funcional: fundamentos. 3 ed São Paulo: Manole, 2015.

Borges FS. Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. São Paulo: Phorte; 2014.

Filoni E, Fitz FF, Silva JG. Fisioterapia no tratamento das disfunções estéticas corporais – revisão de literatura. Rev Manual Therapy, Posturology & Amp Rehabilitation Journal 2014;12:979-1012.

Costa C. Avaliação citométrica dos adipócitos localizados no tecido subcutâneo da parede anterior do abdome após infiltração percutânea de CO2. Rev Col Bras Cir 2011;38(1):15-23. https://doi.org/10.1590/S0100-69912011000100004

Kede MPV, Sabotovich O. Dermatologia Estética. 3ª ed. São Paulo: Atheneu; 2015.

Crippa VO. Técnicas não invasivas para redução da lipodistrofia localizada: evidências atuais. Ênfase no tratamento com Criolipólise. Infarma: Ciências Farmacêuticas 2016;199-207.

Barros MH. Fisioterapia: drenagem linfática manual. São Paulo: Robe; 2011.

Alam M, Sadhwani D, Geisler A, Aslam I, Makin IRS, Schlessinger DI, Disphanurat W. Subcutaneous infiltration of carbon dioxide (carboxytherapy) for abdominal fat reduction: A randomized clinical trial. Journal of the American Academy of Dermatology 2018;79(2):320-6. https://doi.org/10.1016/j.jaad.2018.04.038

Sato H, Ramos IM. Drenagem linfática manual: método Dr. Vodder. Porto Alegre: Artmed; 2013.

Alves D, Mendes AFG, Corrêa NJ, Assis IB, Pinto LP. Efeito da carboxiteparia no tratamento do fibro edema gelóide: revisão de literatura. Revista Saúde em Foco 2018;10.

Tasso VOS, Mejia DPM. Resultados esperados da carboxiterapia sem fibro edema gelóide. Portal Bio Cursos 2012(1).

Pacheco TF. Efeitos da carboxiterapia sobre o fibro edema-geloide na região posterior de coxa [TCC]. Criciúma: Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC; 2012.

Costa CS, Otoch JP, Seelaender MCL, Neves RX, Martinez CAR, Margarido NF. Avaliação citométrica dos adipócitos localizados no tecido subcutâneo da parede anterior do abdome após infiltração percutânea de CO2. Rev Col Bras Cir 2011;38(1):15-23.

Scorza FA. Carboxiterapia: uma revisão. Revista Fisioterapia Ser 2008;3(4).

Madruga DP, Ferreira PEN. Realização de procedimentos de carboxiterapia. [citado 2019 Dez 20]. Disponível em: http://www.portalmedico.org.br/pareceres/CFM/2012/34_2012.pdf.

Leduc A, Leduc O. Drenagem linfática: teoria e prática. São Paulo: Manole; 2007

Godoy JMP, Godoy MFG. Drenagem linfática manual: novo conceito? J Vasc Br 2014;3:77-80.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Vitória da Conquista – IBGE cidades. Rio de Janeiro: IBGE; 2017.

Ruiz JAC. Carboxiterapia, una alternativa para combatir la obesidad [TCC]. México 2012. http://tesis.ipn.mx/handle/123456789/9658

Souza PF, Mejia DPM. Métodos e benefícios da aplicação da carboxiterapia na lipodistrofia localizada. Portal Bio Cursos [SL]; 2012.

Gonçalves CS, Madeira JC, Silva MD. Terapia combinada associada à drenagem linfática reduz lipodistrofia localizada no abdômen de mulheres jovens. Conscientia e saúde 2017;16(2). https://doi.org/10.5585/conssaude.v16n2.7245

Rousso CZ. Efeitos estéticos da aplicação da carboxiterapia sobre o tegumento: uma revisão sistemática. Santa Catarina, 2012. [citado 2019 Fev 20]. Disponível em: http://www.pergamum.udesc.br/dadosbu/00001a/00001a3d.pdf




DOI: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v21i3.3639

Apontamentos

  • Não há apontamentos.