A intervenção primária da fisioterapia em funcionários de indústria têxtil na cidade de Jequié-BA

Everaldo Nery de Andrade

Resumo


Os funcionários de indústrias durante suas atividades laborais realizam vários exercícios repetitivos, provocando o surgimento de atestados médicos, queda de produção ou mesmo aposentadoria por invalidez, repercussões passíveis de prevenção pela atuação fi sioterapêutica. Assim, este estudo buscou analisar se o desenvolvimento de doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho pode ser reduzido através da intervenção fi sioterapêutica. Métodos: Para alcançar esse objetivo, após um levantamento bibliográfi co, realizou-se um estudo de caso com 28 funcionários de uma indústria têxtil por meio de uma abordagem Quanti/qualitativa. Esses trabalhadores foram submetidos, primeiramente, a uma avaliação ocupacional e, em seguida, a períodos de ginástica laboral, vivências e palestras. Resultados: Na reavaliação, quatro meses após, observouse diminuição do número de funcionários com: cistos sinoviais em região posterior de punho, tendinite do supraespinhoso, síndrome de De Quervain e do túnel do carpo, além da queda em 92% da incidência de atestados médicos relacionados com doenças do trabalho. Conclusões: Assim, percebe-se a importância da intervenção fi sioterapêutica em ambientes ocupacionais, afi m de que, possibilite uma melhor qualidade de trabalho e diminuição do número de faltas, assim como o aumento da produtividade para as indústrias. Para uma maior percepção dessa importância, seria interessante a realização desse serviço em outros ambientes de trabalho e a conseqüente análise dos resultados alcançados. Palavras-chave: atenção à saúde, fi sioterapia do trabalho, indústria.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v7i6.1947

Apontamentos

  • Não há apontamentos.