Importância da vacuoterapia no fibro edema gelóide

Vanessa Correia Fernandes Bacelar

Resumo


O fi bro edema gelóide, conhecido vulgarmente como celulite, é uma patologia que atinge a estrutura dermo-hipodérmica, caracterizada por nódulos de variado tamanho e localização, espessamento sub-epidérmico, podendo apresentar um quadro álgico e/ou défi cit funcional no membro acometido. A patologia está relacionada a um processo reativo da matriz extracelular com conseqüente hiperpolimerização das glicosaminoglicanas, retenção hídrica, aumento da viscosidade da substância fundamental, irritação das fi bras teciduais com formação de tecido fi broso. O tecido fi broso torna-se continuamente endurecido e esclerosado, difi cultando os intercâmbios celulares por compressão dos vasos. Assim, o fi bro edema gelóide se caracteriza por ser um tecido subnutrido e mal oxigenado. A vacuoterapia é uma técnica rítmica de dobramento e desdobramento com sucção do panículo adiposo, que utiliza ventosa com roletes em conjunto com a pressão negativa da sucção. Esse movimentos de pressão positiva (ventosas com rolos) com pressão negativa (sucção) promove uma massagem profunda mecânica no tecido conjuntivo sub-epidérmico. Assim, a terapia com vácuo promove alterações funcionais importantes no fi bro edema gelóide por incrementar a circulação sanguínea e linfática, melhorar a extensibilidade do tecido colagenoso e mobilizar o tecido fi broesclerosado, determinando uma melhora na nutrição e oxigenação celular. Palavras-chave: matriz extracelular, fibro edema gelóide, vacuoterapia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v7i6.1945

Apontamentos

  • Não há apontamentos.