Acupuntura na reabilitação da terceira idade

Vasco Senna Fernandes

Resumo


O envelhecimento constitui num processo de mudanças progressivas que vai desde o declínio fi siológico gradual ao aumento de doenças que acomete o organismo paralelamente. Este processo é acompanhado por défi cit funcional progressivo de vários sistemas orgânicos no qual inclui o sistema musculoesquelético (SME). O objetivo deste estudo é apresentar um método terapêutico combinado que associa a Acupuntura à Cinesioterapia simultaneamente durante a reabilitação, conhecida como Acupuntura Cinética (AC) (ou Cinesioacupuntura). Neste estudo foram incluídos 37 indivíduos acima de 65 anos, sendo 9 homens e 28 mulheres com faixa etária compreendida entre 65 anos a 90 anos. Os distúrbios musculoesqueléticos envolvidos foram 7 casos de cervicalgia, 5 de dorsalgia, 11 de lombalgia, 5 de gonalgia, 9 de ombralgia acometidos de osteoartroses, hérnias discais, contraturas crônicas. Os parâmetros de avaliação foram: Escala Visual Analógica (EVA) da intensidade da dor; Escala de Avaliação Numérica (EAN) em percentual de ganho da mobilidade funcional e de satisfação terapêutica em relação às atividades físicas. A média geral da melhora de intensidade da dor foi 11,43mm ± 15,40 (p < 0,001); o ganho da mobilidade funcional 75,16% ± 13,87 (p < 0,001), e a satisfação terapêutica 88,68% ± 18,33. Os resultados mostraram que a Acupuntura Cinética foi efi ciente na reabilitação do idoso dando uma qualidade no seu movimento e a qualidade de vida. Isso estaria ser justifi cado devido a Acupuntura ter a capacidade de melhora da oxigenação, aumento do aporte sanguíneo e inibição o ciclo espasmo-dor. Quando a Acupuntura é associada simultaneamente a Cinesioterapia potencializa a higidez da estrutura anatômica e mecanismo do movimento. Palavras-chaves: envelhecimento, mobilidade, acupuntura, cinesioterapia, qualidade de vida.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v7i6.1944

Apontamentos

  • Não há apontamentos.