Força de preensão e lateralidade em crianças de ambos os sexos de 7 a 14 anos

Audrey Cristine Esteves

Resumo


A força de preensão pode ser utilizada como um indicador de força total do indivíduo e esta desenvolve-se de forma progressiva na infância, estabilizando-se na fase adulta. O objetivo deste trabalho foi relacionar a força de preensão manual e a preferência lateral de 1247 crianças sendo (619 meninos e 628 meninas) de 7 a 14 anos de ambos os sexos através de mensuração direta. Para aquisição dos dados foi utilizado um dinamômetro com extensômetros resistivos do tipo strain gauges, com limite de carga em 550N e erro de ± 1%. Diferenças signifi cativas foram encontradas no período pubertário (p < 0,05) para o sexo feminino, enquanto que para o sexo masculino as diferenças se apresentaram nas faixas etárias de 7 a 11 anos, período que antecede o pubertário. A principal causa dessa diferença das faixas etárias mostra que há preferência lateral na execução de tarefas. Palavras-chave: força de preensão, lateralidade, crianças, dinamometria.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v7i6.1943

Apontamentos

  • Não há apontamentos.